sbsr
Kali Uchis
18
Jul

On July 16th, 17th and 18th, Super Bock Super Rock returns to the dreamy landscapes of Meco, the new, yet familiar meeting point for thousands of music lovers...

Image

Ao ouvir Kali Uchis, reforçamos a convicção de que a música pop continua bem capaz de nos surpreender e arrebatar. Cantora, compositora, produtora e ainda realizadora dos seus próprios vídeos, não há caminhos fechados para a personalidade artística de Kali. Cresceu na Virgínia, nos EUA, e depressa começou a alimentar as suas qualidades musicais, aprendendo a tocar saxofone e piano ainda na adolescência. Em 2012 editou a sua primeira mixtape: “Drunken Babble”. Nos meses seguintes a sua fama explodiu com singles como “Know What I Want”, “Lottery” e colaborações com nomes como Snoop Dogg, Tyler, The Creator e Major Lazer. Três anos depois, em 2015, chegaria o primeiro EP, “Por Vida”, com produções de Diplo, Kaytranada e Tyler. Kali faz parte daquele conjunto de artistas da modernidade que parece maior do que os habituais rótulos musicais. Com influências r&b, regga e até jazz, Kali é, ao mesmo tempo, pop e disruptiva. Em 2017 foi nomeada para um Grammy na categoria de Melhor Performance R&B, graças a "Get You", com Daniel Caesar, e para um Grammy Latino na categoria de Canção do Ano, graças a "El Ratico", com Juanes. Depois deste processo de maturação e de consolidação da sua própria linguagem artística, Kali sentiu-se preparada para editar o seu disco de estreia, “Isolation”, em 2018. Aclamada pela crítica (8,6 na Pitchfork, cinco estrelas na NME, quatro estrelas na Rolling Stone, Q e The Independent), o disco fez as delícias do público com os singles "Tyrant", com Jorja Smith, "Nuestro Planeta, com Reykon, e "After the Storm", com Tyler, the Creator e Bootsy Collins. Ao ouvir Kali Uchis, reforçamos a convicção de que a música pop continua bem capaz de nos surpreender e arrebatar. Cantora, compositora, produtora e ainda realizadora dos seus próprios vídeos, não há caminhos fechados para a personalidade artística de Kali. Cresceu na Virgínia, nos EUA, e depressa começou a alimentar as suas qualidades musicais, aprendendo a tocar saxofone e piano ainda na adolescência. Em 2012 editou a sua primeira mixtape: “Drunken Babble”. Nos meses seguintes a sua fama explodiu com singles como “Know What I Want”, “Lottery” e colaborações com nomes como Snoop Dogg, Tyler, The Creator e Major Lazer. Três anos depois, em 2015, chegaria o primeiro EP, “Por Vida”, com produções de Diplo, Kaytranada e Tyler. Kali faz parte daquele conjunto de artistas da modernidade que parece maior do que os habituais rótulos musicais. Com influências r&b, regga e até jazz, Kali é, ao mesmo tempo, pop e disruptiva. Em 2017 foi nomeada para um Grammy na categoria de Melhor Performance R&B, graças a "Get You", com Daniel Caesar, e para um Grammy Latino na categoria de Canção do Ano, graças a "El Ratico", com Juanes. Depois deste processo de maturação e de consolidação da sua própria linguagem artística, Kali sentiu-se preparada para editar o seu disco de estreia, “Isolation”, em 2018. Aclamada pela crítica (8,6 na Pitchfork, cinco estrelas na NME, quatro estrelas na Rolling Stone, Q e The Independent), o disco fez as delícias do público com os singles "Tyrant", com Jorja Smith, "Nuestro Planeta, com Reykon, e "After the Storm", com Tyler, the Creator e Bootsy Collins.

Image