Hinds
EDP Stage
14
Jul

On July 15th, 16th and 17th, Super Bock Super Rock returns to the dreamy landscapes of Meco, the new, yet familiar meeting point for thousands of music lovers...

Image

A última década foi marcada pelo ressurgimento de boas bandas ‘de garagem’ em Espanha, muitas delas lideradas e constituídas só por homens. As Hinds marcaram a diferença e foram muito provavelmente o mais bem-sucedido de todos esses projetos. A banda nasceu em Madrid, no ano de 2011, fruto do encontro entre Carlotta Cosials e Ana García Perrote, duas jovens cansadas de ficar sentadas enquanto os amigos faziam música. Pegaram nas guitarras, aprenderam o básico para fazer as primeiras canções e, pouco tempo depois, lançaram as primeiras demos em modo lo-fi na plataforma Bandcamp. “Bamboo” e “Trippy” foram essas duas primeiras canções, lançadas em 2014, e depressa causaram um burburinho junto da imprensa especializada, recebendo elogios de publicações como a NME e o The Guardian. E era difícil ficar indiferente a essas canções melódicas e barulhentas, simultaneamente com um forte carácter adolescente e um certo apelo pop. Entretanto, o grupo passou a um quarteto com as entradas da baixista Ade Martín e a baterista Amber Grimbergen. Aquando do lançamento de mais um single, “Barn”, mudaram de nome para Hinds, depois de terem assinado Deers durante alguns anos. O disco de estreia, “Leave Me Alone”, foi lançado em janeiro de 2016, pela Lucky Number no Reino Unido e pela Mom + Pop nos Estados Unidos. Nos meses seguintes deram concertos por toda a Europa e preparam-se para mais um disco. “I Don’t Run” contou com a produção de Gordon Raphael (The Strokes, Regina Spektor…) e foi mais uma boa prova da frescura deste pop saído da garagem, um pouco mais polido do que no início. O terceiro disco, “The Prettiest Curse”, foi editado em 2020. Singles como “Riding Solo” e "Good Bad Times" revelam uma banda continuamente à procura de acrescentar algo de novo à sua música, sem nunca perder a irreverência e o talento para fazer canções que ficam na nossa cabeça. A prova vai ser dada no dia 14, no Palco EDP do Super Bock Super Rock.

Image