sbsr
Olivier St. Louis
Palco EDP

00

--

A 18, 19 e 20 de julho, o Super Bock Super Rock regressa ao cenário idílico junto à praia do Meco, o novo, mas já familiar ponto de encontro para milhares de amantes de Música..

Image

Com descendentes espalhados pelos Camarões e pelo Haiti, nasceu em Washington DC, mas passou maior parte da sua infância a estudar no interior do Reino Unido. Esse percurso fez Olivier assimilasse várias culturas musicais, passando a adolescência a ouvir géneros tão diferentes como Hip-hop, R&B ou típico rock inglês que brota da garagem ao lado.

A paixão pela música acompanhou-o sempre, mas isso não impediu que Olivier se tornasse um empenhado cientista. Olivier tinha uma espécie de vida dupla: enquanto as ciências ocupavam os seus dias, a música ocupava as suas noites. Em 2006 editou o seu primeiro disco. “Kilowatt” colocou Olivier no mapa do Hip-hop underground. Começou a trabalhar com artista como Hudson Mohawke, Oddisee, C2C, entre muitos outros... Mas faltava qualquer coisa, faltava encontrar a sua própria voz.

Um tempo sabático aproximou-o do blues, do rock e do funk, as guitarras ganharam espaço na sua vida e e daí surgiu um artista novo: Olivier Daysoul, como se apresentava até então, é agora Olivier St. Louis. Mais pessoal, mais autêntico, mais descomprometido, sem perder a mesma voz arrebatadora (é obrigatório ouvir “Ain't Cool”). Promete um álbum de “estreia” para 2018 e um concerto inesquecível no Palco EDP do Super Bock Super Rock.

Image